segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Pretérito Imperfeito

(ao meu avô)















Pretérito Imperfeito

Dizias
Fazias
Querias

Tens início e fim no passado
Pretérito Imperfeito

Já não estás.

És palavra memória.
Lembrança.
És Mouraria,
Calções curtos, suspensórios e boina na cabeça.
És muito mar.
(Já vi muito mar)
Comandante

És a casa que construiste
A família que cuidaste
A mulher que amaste
A brisa que deixaste

Mas és
E serás
Presente para sempre.

Agora
Presente imperfeito
Presente coxo
Presente sem corpo
Sem voz

Já não dizes
Já não fazes
Já não queres

Mas és
E serás
Presente para sempre.

És agora
És aqui
És hoje

És os sonhos que terei
A mãe que amo
A família que me sustenta
És parte de mim
E do amor
Que me cerca

Faço de ti
O meu Presente Perfeito
Dentro do teu
Pretérito Imperfeito

Sem comentários:

Publicar um comentário