sexta-feira, 14 de julho de 2017

sem essa

Olha, não é nada disso
Embora eu não saiba dizer mais nada
Mas nada além das coisas
Que sempre ficaram caladas
Olha, não é nada disso
É fácil entender
Ele só veio para me dizer adeus
Mas o que eu queria mesmo
Era não ter mais medo de me comover
Mesmo assim fiquei pensando
Que a gente podia viajar
E fazer um álbum de fotografias
Pra depois queimar, lembrar, queimar
Tudo ta indo tão depressa
E não tem mesmo outro jeito
Mas quanto ao resto, não, não
Não é nada disso
Embora eu não saiba dizer mais nada

Jards Macalé

Sem comentários:

Publicar um comentário